13/04: Sinfarmig envia ofício à Copasa solicitando inclusão de farmacêuticos no edital do concurso público

Notícias

 

 

 

Na luta em defesa dos interesses da categoria, o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig enviou ofício nesta quinta-feira, 13/04, para a Copasa após tomar conhecimento do edital do concurso público destinado ao preenchimento de vagas e a formação de cadastro de reserva do quadro de pessoal da Companhia para Agente de Saneamento e Analista de Saneamento em Minas Gerais.

 

O Sinfarmig solicitou a correção do edital que não contempla farmacêuticos entre os profissionais habilitados para realizar o processo seletivo. “Causou surpresa à comunidade farmacêutica mineira (profissionais e entidades) constatar que os farmacêuticos, profissionais com formação superior,  capacitação técnica e legalmente habilitados a pleitearem inscrição para o referido concurso”.

 

O ofício argumentou que os farmacêuticos possuem condição técnico-legal para desempenhar as atividades descritas que dizem respeito à qualidade da água amplamente assegurada na legislação e formação dos profissionais. O documento destacou que a graduação dos farmacêuticos possui absolutamente todos os conhecimentos exigidos no edital para o cargo de analista de saneamento.

 

 A entidade sindical alertou a Copasa que em função de toda a formação e qualificação, os farmacêuticos possuem “incontestável competência técnico-legal” e recomendou que diante do direito líquido e certo o profissional farmacêutico possa pleitear a condição de se inscrever no concurso público.

“Vimos respeitosamente, solicitar que seja feita, o quanto antes, a inclusão deste profissional no quadro de vagas, corrigindo assim, a tempo, um tratamento deveras injusto a este profissional e à profissão farmacêutica como um todo”.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicado em 13/04/18